A teoria do alçapão

 “Ai que lugar lindo!! (…) Que legal!!! (…) Alô! Oi, não posso falar contigo agora, me liga depois” (…). “Onde está? Me alcança! Não encontrou? Eu preciso! Que saco!”

 

Caros amigos, este diálogo – em alto e bom tom – entre uma menina de, aproximadamente, 15 anos e o seu provável namorado poderia ser considerado rotineiro, habitual e sem qualquer importância, caso não tivesse ocorrido durante a exibição de um filme no cinema (!!!!!), no último sábado. Sim…

Isso me fez pensar nas inúmeras situações inconvenientes que nos são colocadas da maneira mais grosseira e sem-noção possível. Neste momento, temos vontade de que o dito cujo apenas desapareça durante a execução do ato inglório. Um exemplo: um alçapão que, repentinamente, se abre, dali,  a pessoa siga por um túnel, de onde nunca mais voltaria.

Baseada nisso, proponho uma votação. Isto mesmo! Quais são as atitudes mais condenáveis. O que faz você querer uma pessoa desaparecer no alçapão? As respostas devem ser encaminhadas ao twitter para @priscilapasko.

Os 10 comportamentos mais votados serão publicados aqui no blog, no dia 5 de fevereiro.

Anúncios

Um comentário sobre “A teoria do alçapão

  1. 1.Alçapão para pessoas que jogam lixo pela janela do carro. Deveria abrir um buraco logo após o lixo cair, com um aviso sonoro cantado naquele tom de castigo para criança: “Atirou o lixo no chão, agora vai pro alçapão”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s