Dar tempo para que as coisas cresçam

Se refugiar na cidade grande parece algo complicado, quase impossível. Mesmo assim, acabamos elegendo alguns locais para escapar de pensamentos desagradáveis, de situações conflituosas ou de nós mesmos.

O meu refúgio, em Porto Alegre, sempre foi a Casa de Cultura Mário Quintana (CCMQ). Assim como o poeta, que empresta o nome ao local, também a sinto como uma extensão de minha casa. E fazia muito tempo que não voltava ao meu lar.

Ia até lá para caminhar entre obras de arte que nunca compreendi, me perder no abstrato de cores vibrantes, nas esculturas sem formas e nos sábios poemas quintanares. Era tão íntima do local que já conhecia até mesmo outros visitantes que, como eu, encontravam ali na CCMQ um doce refúgio, regado ao vento vindo do Guaíba à sombra da Rua Cataventos.

Notei que o espaço apresenta traços de abandono. Um freqüentador não muito fiel pode não concordar, mas eu conheço bem aquelas paredes rosadas, as escadas e os elevadores que provocam ruídos a cada abre e fecha, causando arrepios.

Apesar de tudo, foi bom voltar. A organização de alguns espaços foi alterada, um café nasceu no 5º andar e bancos foram instalados no Jardim Lutzenberger. A Biblioteca do Estado, que durante 3 anos ocupou o espaço, está prestes a sair dali para, enfim, se acomodar em um espaço permanente.

É sempre bom dar um tempo para que as coisas cresçam. O inanimado também se modifica, cresce ou se desintegra, sempre se altera. Mofo, cupim, rachadura ou uma restauração. Mas sempre muda, assim como nós.

Anúncios

2 comentários sobre “Dar tempo para que as coisas cresçam

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s