Questionamento nômade

Já parou para pensar a que lugar você pertence? Aliás, você pertence a algum lugar? É sua cidade natal? É onde você trabalha ou é no bairro em que você formou sua família?

Você deveria pertencer a um único lugar? Seria justo perpetuar sua presença – talvez nem sempre bem-vinda – ou interrompê-la?

Comprovante de residência, conta da água, o jornal que, diariamente, lhe espera na caixa de correspondência e o lixo que precisa ser colocado na calçada. Atitudes e documentos que acimentam os seus laços, mas não impedem as rachaduras das mudanças ao seu redor.

A partir de qual momento você se funde com espaço, esquecendo que está aqui de passagem?

Anúncios

Um comentário sobre “Questionamento nômade

  1. Eu não sei pq as pessoas t~em de pertencer a algum lugar. Nós estamos apenas localizados de corpo presente em algum lugar para o Google Earth, pra sermos mais modernos. mas acredito, hoje, mais do uqe nunca, que é possível ir onde quisermos e passarmos a fazer parte de outros grupos distantes daquele que antes batíamos no peito e chamávamos de nosso. Chaga de sermos locais, isso é TÃO TÃO pequenos pra um mundo que nos coloca ainda menores!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s